Pretende-se,neste blog, não só evidenciar a beleza que nos rodeia como, ainda,chamar a atenção para pormenores que, normalmente, passam despercebidos

quarta-feira, 13 de junho de 2012

O Símbolo da Reencarnação (A Fava)



fava (Vicia faba) ou faveira  é uma planta herbácea, da família das leguminosas, não trepadeira, que produz vagens grandes, dentro das quais se formam as sementes. É um alimento de grande importância desde a Idade da Pedra. Os Gregos, Egípcios e Romanos bem como em muitos países do Médio Oriente já a apreciavam. A sua origem não está clara, no entanto, admite-se que seja da região do Cáspio e do Norte da África.
Quando o homem antigo descobriu as favas e as observou atentamente, achou que as pintas pretas das flores e as formas dos frutos (fazendo lembrar um embrião) tinham significados transcendentes e simbólicos. Passou então a tratá-las como símbolo de sofrimento, por estarem fechadas sobre si mesmas e como que encapsuladas. Os egípcios plantavam favas nos cemitérios, dizendo que as plantas nascidas das favas representavam a reencarnação dos mortos. Por isso não comiam favas e quando viam alguém com a morte por perto, diziam: “Está quase a ir para o campo das favas…”.
É uma planta perfeitamente adaptada a climas mediterrâneos, onde tem um papel preponderante na dieta, especialmente no início da Primavera. Alcança cerca de 1,20 m de altura e produz flores grandes, brancas ou róseas, às vezes arroxeadas, com mácula preta.
O grão da fava é muito saboroso e pode ser usado em sopas, molhos, cozidos, saldadas, cremes e purês.
A fava é rica em proteínas (
construtoras de tecidos no organismo) e carboidratos (que garantem energia para o funcionamento do corpo e do sistema nervoso). O seu alto teor de ferro, vitaminas tipo B e fibras (fazem o intestino funcionar bem) tornam este alimento muito nutritivo. É um alimento fonte de ferro, porém, por ser de origem vegetal, ele é pouco aproveitado pelo organismo. Deve ser, portanto, consumido com alimentos fontes de vitamina C, como suco de frutas cítricas que lhe dão um empurrãozinho para o ferro ser absorvido no intestino. 
Brown Eyes
Montanha

8 comentários:

Roseli disse...

Que linda história, tem as favas. Nunca que imaginei vê-la um embrião.
Interessante.
Passando para um olá. Tenha uma final de tarde abençoado e beijinhos carinhosos para ti.

Brown Eyes disse...

Roseli mas a fava (fruto) parece-se com um embrião mas. daí a imaginar que alguém reencarne na fava...Imaginação não faltava para compreenderem o que desconheciam.
Beijinhos e obrigada

✿ chica disse...

Também não sabia dessa linda história delas..Aprendo sempre!!beijos,tudo de bom,chica

Brown Eyes disse...

Chica uma história linda que evitava que aquela gente saboreassem estas deliciosas sementes. Adoro-as guisadas. Foram o meu almoço. Beijinhos

Lidi Horácio disse...

Oi flor, te achei na blogosfera...
Ameiii seu bloguinhooo ")

Tô te seguindoo..

Me visita tbm, vou adorar.
http://lidiepaulo.blogspot.com.br/]

Beijocas :*
Ótima 5ª Feira ")

Brown Eyes disse...

Lidi Horácio obrigada pela visita. O meu tempo é muito limitado por isso não prometo nada. Beijinhos

Breathtaking disse...

We enjoy eating favas,and grow them on the farm.They really are deliceous guisados with new potatoes.Interesting information
about what the ancients thought of them.Also good info on vitamin C.

Brown is a lovely dog::)

Enjoy your weekend

Brown Eyes disse...

Breathtaking Brown is beautiful and very special. He was born particular seems born and taught is a sweetness that moves me. It's one of those animals that makes our life a wonderful thing, just because it exists. kisses