Pretende-se,neste blog, não só evidenciar a beleza que nos rodeia como, ainda,chamar a atenção para pormenores que, normalmente, passam despercebidos

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

O Chapéu dos Frades (Rocas)

Os fungos englobam um enorme conjunto de espécies, muitas delas tradicionalmente recolhidas para a gastronomia. Quase todos os cogumelos formam simbiose com as espécies florestais, resultando daqui uma função ecológica vital para o equilíbrio das florestas. Assim, a recolha dos cogumelos silvestres comestíveis deve ser selectiva e cuidada, sendo importante não danificar as espécies consideradas venenosas, tal como a Amanita muscaria, anteriormente referida. Têm, também,  funções ecológicas importantes.
Nas espécies comestíveis estão os  Macrolepiota Procera ou Lepiota procera, conhecidos por Frades, por se encontrarem quase sempre aos pares, Fradelhos, Cachopos, Rocos ou Rocas, Roques, Tortulhos, Agasalho, Púcaras ou Marifusas. Esta espécie pode atingir grandes dimensões, mais de 30 cm de diâmetro, tem um grande chapéu, geralmente coberto de escamas, pé relativamente esguio e alto exibindo um zebrado característico e um anel duplo (ascendente e descendente). Quando jovem, têm o chapéu esférico já escamoso. Todo ele é de uma cor castanha suave, apresentando o chapéu umas protuberâncias de uma cor ligeiramente mais escura. Dos melhores comestíveis, conhecido um pouco por todo o lado. São facilmente encontrados nas giestas, estevas, nas bordas dos pinhais, nos lameiros, nos soutos, ou mesmo na berma dos caminhos e estradas, no Outono, após as  primeiras chuvas.
Os mais antigos apreciam esta variedade assados na brasa e depois temperados com um fio de azeite e algumas pedras de sal. Pode ser refogado e faz um excelente arroz. Não deve ser lavado, chupa a água ficando muito ensopado,  mas, sim, raspado. Quando se apanha deve-se ter o cuidado de o tirar limpo da terra aconselhando-se, inclusive, a cortar o pé deixando-o na terra.  
Brown Eyes
Montanha

18 comentários:

Rui disse...

Ola Mary :)
Pois é :):) são estas as ditas púcaras, e são tão saborosas. A minha mãe costuma fazer um refogado e depois acompanhamos com pão. São uma delicia :) (para quem gosta,claro)
É a espécie mais apreciada aqui no Alentejo.
Bjs e ... até :)

Mimo Chic disse...

quanta doçura!
Seguiremos.
Esperemos retribuir esse carinho no nosso blog também,
quem sabe tê-la como seguidora, pois pessoas assim tem alma grande,
fique em paz,
Lulu e Sol

Brown Eyes disse...

Rui também gosto tanto deles(as). Experimenta assados. Beijinhos e obrigada

Brown Eyes disse...

Mimo Chic obrigada pela vossa visita e pelas palavras doces que deixaram. Beijinhos

Rodrigo Passos disse...

interessante!

Petra Pink disse...

Que blog tão giro brown! vou acompanhar! Sabes que as minhas irmãs lá em trás-os-montes no Inverno andavam sempre à procura disto para comer!
eu não gostava muito, mas ao tempo que não como as tantas agora se voltasse a provar talvez fosse diferente! beijinhos!

Brown Eyes disse...

Rodrigo interessante e saboroso. Beijinho e obrigada

Brown Eyes disse...

Petra em Trás-os-Montes há uns muito mais saborosos. Eu na Beira nunca os vi, é natural que também haja. Na próxima publicação falarei deles. São tão bons que já estou com água na boca. Este é um dos meus blogs, aquele que fala da minha paixão: a natureza. Beijinhos

Pedrasnuas disse...

GOSTEI MUITO DO NOME...SE JÁ COMI NÃO ME LEMBRO...RSRS

MAS HÁ QUE TER CUIDADO COM O VENENO!!!

BEIJINHO

Brown Eyes disse...

Já deves ter comido, este é aquele que toda a gente conhece, facilmente se distingue. Beijinhos

Olga disse...

O meu pai apanhava este cogumelo para nós comermos em crianças. Bj.

Sofia disse...

Ui as fotos estão lindíssimas, mas ainda fico mal disposta só de ver fotos de cogumelos, tive uma muito má experiência com eles , resumindo 8 dias em coma profundo 2 paragens cardíacas... portanto cada vez que os vejo na natureza não consigo resistir a por-lhe um pé em cima :( , sei que é palermice e que nada vou adiantar em mas sinto-me bem ao fazê-lo... Enfim... olhem façam como o meu médico disse, ( -Menina quando for para o Alentejo lá para a sua terra, coma as latas dos cogumelos enlatados e jogue os cogumelos fora, é mais fácil de tratar...)

Breathtaking disse...

Hello Brown Eyes
There are many of these mushrooms
growing wild nearby, and I have passed them by without knowing I could eat them.Won't be doing that again!!

Brown Eyes disse...

Breathtaking When you pass by them see if they have a strap around the foot and the underside is white. There are poisonous mushrooms identical. Watch out.

@DouglasPatrick :* disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
@DouglasPatrick :* disse...

Olá, tenho um cogu igual este da foto, resumindo ele é comestível, alucinógeno ou tóxico? Desde já obrigado!

Mary Brown disse...

Douglas este cogumelo é comestível mas nesta altura do ano já não os há. Portanto, se tem algum não me parece que seja igual a este. Quando não se conhece o melhor é não comer.
Cumprimentos.

@DouglasPatrick :* disse...

Hmm, ok! Muito obrigado por sua atenção. _/\_