Pretende-se,neste blog, não só evidenciar a beleza que nos rodeia como, ainda,chamar a atenção para pormenores que, normalmente, passam despercebidos

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Rosa Chinesa (A Malva)



video
 A Malva, malva cheirosa, gerâneo aromático, malva grande, malva das boticas, malva silvestre, malva de casa, malva rosa, rosa chinesa (nomes populares), Lavatera Cretica (nome científico), da família Malvaceae, é oriunda da América, Àfrica e Europa. As suas folhas são alternadas, lobadas e palmadas. As flores medem de meio a 5 cm, com cinco pétalas rosa ou brancas. Podemos encontra-las em jardins ou no campo. É utilizada desde o séc. VIII como hortaliça e desde  o séc. XVIII, pelos gregos, para fins culinários e medicinais.  Na época renascentista, em Itália, era utilizada pelas freiras para curar todos os males, inclusive para diminuir o desejo sexual.
É utilizada para tratar problemas do foro digestivo, inflamação e irritação, úlceras gástricas e do duodeno, gastrite, colite, catarro, faringite, laringite, bronquites, tosse, com forte acção expectorante e emoliente. É  útil no tratamento de infecções urinárias e ginecológicas em forma de lavagens. Em cataplasmas utiliza-se para extrair furúnculos, abcessos, estilhaços ou outras impurezas e inflamações da pele. Em clisteres para limpar os intestinos. Quando tomada em forma de tissana tem uma acção suavemente laxativa. É muito utilizada no fabrico de xaropes e rebuçados contra a tosse . Sempre que seja necessário um efeito calmante do aparelho digestivo, urinário ou respiratório  são sempre um bom remédio de acção suavizante. Em forma de gargarejos é muito útil para tratar inflamações da boca e gengivas. Uma tissana de malvas compensa os efeitos de desidratação.
As suas folhas  podem ser utilizadas e cozinhadas como o espinafre, as acelgas ou as couves, em sopas e saladas, muito nutritivas para mulheres em fase de amamentação pois estimulam a produção do leite, alimentam e podem ainda ser usadas em compressas para tratar mamilos gretados. O chá das suas folhas é agradável e refrescante tal como o chá das suas flores, que se pode preparar na época da floração, Primavera e Verão,  e constituem um agradável refresco.  As flores, comestíveis, podem ainda ser utilizadas na decoração de vários pratos.  As raízes cozidas e depois fritas com alho ou cebola são um bom acompanhamento para o arroz, carne ou peixe. As sementes possuem um delicado sabor a nozes.
Na cosmética utiliza-se para extrair borbulhas e como creme anti-rugas,  juntando-se a raiz  a qualquer creme para a pele, neutro, mistura-se bem e aplica-se.
As malvas são extremamente ricas em mucilagem especialmente na raiz, o que lhe confere grande parte dos seus méritos terapêuticos, contém ainda antocianinas, óleos essenciais, alguns taninos, flavonóides e glicósidos. É uma planta muito rica em vitaminas A,B,C e E.
Brown Eyes
Montanha

2 comentários:

✿ chica disse...

Linda flor e cheia de propriedades, inclusive boa para melhorar rugas...beijos praianos,tudo de bom,chica

Brown Eyes disse...

Chica e gastamos tanto dinheiro em cremes para as rugas quando a natureza nos dá a solução. Beijinhos
Boa semana