Pretende-se,neste blog, não só evidenciar a beleza que nos rodeia como, ainda,chamar a atenção para pormenores que, normalmente, passam despercebidos

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Nozes Reais (Noz de Galha)

Noz de galha, galha ou bugalho, forma-se, normalmente sobre ramos e folhas. Desenvolvem-se, em algumas espécies de árvores do género Quercus (carvalhos, sobreiros e azinheiras). Este é de um carvalho, o rei das árvores, em resposta à postura de ovos por pequenas vespas. Estas desenvolvem-se e alimentam-se no seu interior, onde passarão por todas as fases das suas metamorfoses: larva, ninfa e insecto adulto. Os bugalhos constituem um verdadeiro ecossistema em miniatura
Em Portugal, as crianças utilizavam os bugalhos como berlindes ou, construíam  moinhos de água, nas levadas dos lameiros, com que brincavam. Diluídos em vinho e fixados com minerais eram, na Idade Média, um pigmento usado no fabrico de tinta. 
Brown Eyes
Montanha

28 comentários:

Poetic GIRL disse...

Brown eyes: estas fotos que tiras é onde moras? sõ magnificas...bjs

Brown Eyes disse...

Onde moro no fim de semana. Durante a semana vivo no meio do betão. rsss
Beijinhos e bom Carnaval. Vou estar dois dias ausente.

Rui disse...

Ah pois é :) os Bugalhos:)eu em criança joguei muitas vezes ao berlinde com os ditos :):). Mas a sério mesmo, pois eu nasci no campo e há já uns anitos, nessa altura eram os berlindes que se utilizavam, pois não custavam dinheiro :)
Bjs
RS

Pedrasnuas disse...

O CARVALHO...REI DAS ÁRVORES...INTERESSANTE...NÃO SABIA.
USADOS COMO PIGMENTO NA IDADE MÉDIA NO FABRICO DE TINTA?!...ESSA AGORA!

MUITO BEM...ESTOU AQUI PARA APRENDER.FOTOS GIRAS!!!

BEIJINHO DE NOZ REAL

Brown Eyes disse...

Rui antigamente os garotos utilizavam muito os brinquedos caseiros, feitos com muita coisa que lhe dava a natureza. Os bugalhos eram por eles aproveitados para jogar aos berlindes. O dinheiro era escasso e nem por isso se deixava de brincar. Aliás desenvolviam-se assim as capacidades mentais e faziam-se amizades reais. Beijinhos e obrigada.

Brown Eyes disse...

Pedrasnuas é verdade. Beijinhos e bom Carnaval

free_soul disse...

Partilham connosco cada pequena beleza da natureza...e com isso um pouco de conhecimento que tudo junto dá-nos muito...obrigada um beijo

Brown Eyes disse...

free_soul eu é que agradeço a tua presença e as tuas palavras de carinho. Beijinhos

Mulher a 1000/h disse...

AHA! O que eu me divertia com estes nas minhas férias na aldeia da minha mãe! Colocáva-lhes 4 pauzinhos e encontrava um "correr" de água! Fazíamos moínhos de água e depois era vê-los girar! Ó diversão mais inocente! ;)

Patty disse...

Olá Mary, mais uma lição. Por acaso acho que conheço uma árvore parecida com esta. Eu morei numa herdade onde havia muitas árvores, animais, muito espaço para podermos brincar. A brincar aprendi muitas coisas sobre a natureza, adoro estar no campo, traz-me paz. Damos grandes passeio pelo campo onde podemos recarregar as energias e podemos ensinar alguma coisa à nossa Jenny.
Bjocas
Patty

Brown Eyes disse...

Sílvia inocente e que nos divertia muito. Beijinhos

Brown Eyes disse...

Patty depois de se viver entre a natureza é muito difícil habituarmo-nos a viver no meio do betão. Eu tive a sorte de nascer no meio da natureza, africana. O Montanha também cresceu no campo. Talvez por isso sejamos tão felizes quando a podemos apreciar. A cidade tem outros interesses mas nada que se compare os naturais. Um passeio no campo recarrega mesmo energias e a Jenny decerto aprenderá muito convosco. Beijinho grande para ti e espero que te tenhas divertido no Carnaval.

Lala disse...

Xiiiiiiiiiiiiiii, o que eu me fartei de jogar ao berlinde com os bugalhos!!Para mim o carvalho, não só é o rei das árvores, como também é das árvores mais bonitas que conheço.
Mais uma vez aprendi aqui... não sabia dessa história da idade média!! :D

Beijinhos**

Brown Eyes disse...

Lala é lindíssimo mesmo. Um beijinho grande para ti.

Paulinha disse...

Fantástico, adoro saber destas coisas, que antes se aprendia na escola, mas que felizmente ainda hoje se transmitem por familiares e amigos cuja proximidade de cada "fenómeno" permite esclarecer os leigos que não têm essa sorte...

Um abraço!

Brown Eyes disse...

Paulinha é mesmo sorte poder observar a natureza no seu esplendor. Beijinhos

Olga disse...

Olá quiducha. Adorei a foto, sou uma Alentejana de natureza, a morar aqui em Setúbal e como tal todas essas árvores exercem um grande fascíneo sobre mim, fui criada no campo, a ter de percorrer todos os dias a pé 3 Km para chegar à paragem das camionetas para poder frequentar a escola, esse caminho era feito por veredas e caminhos e então que melhor contacto se pode ter com a natureza do que percorre-la todos os dias? Beijinhos.

Brown Eyes disse...

Olga 3 kms a pé para frequentar a escola não é fácil. Sempre admirei esses miúdos. Eu nunca tive que fazer esse sacrifício, nunca sequer soube o que era ter a casa longe da escola. Fui uma sortuda, deixei de apanhar muito frio. Beijinho grande para ti

Olga disse...

Olá Mary, vim responder-te... adorei muito, mesmo muito a Serra, e como apanhei dias sempre diferentes, ainda gostei mais, o primeiro dia estava sol, mas já começava a ficar frio, o segundo estava sol e muito mesmo muito bom, o terceiro amanheceu a nevar. O que eu achei do frio é que é um frio muito diferente do nosso do sul, é seco, nos andamos com casacos, gorro e luvas e só temos frio no nariz e estavam para aí -5º, e a recebermos algumas chamadas da família a dizer que estavam metidos dentro das lareiras, que estavam enrolados nas mantas em cima dos aquecedores, que não se podia com o frio aqui em baixo, e nós na maior aí em cima, o pessoal todo a escorregar na neve a a suar. Se não fosse a chatisse de ter de limpar a neve junto da porta ainda ponderava (LOL). Beijinhos.

Brown Eyes disse...

Olga ponderavas vir viver para a zona da Serra? ahahah Fartavas-te acredita. Foi a vossa vontade que afastou o frio. Ainda bem que te divertiste e tiveste sorte, foi logo nevar quando lá estavas.
Beijinho

Olga disse...

Olá minha querida Mary, obrigada pelas tuas palavras amáveis, é bom receber miminhos, este teve significado por vir da "nossa" menina, que bateu o pé lá em casa que tinha que enviar para a Brown apesar da Mãe já ter enviado, porque tinha que ser... já conquistas-te um lugar muito especial deste lado, qualquer dia se tu quizeres temos de passar este conhecimento para a realidade, um beijinho muito grande para ti.

Brown Eyes disse...

Olga é recíproca a amizade. Sabes que gosto muito de vocês. Desde que entrei neste mundo, tenho conhecido gente maravilhosa que me tem dado muito, muito mais do que imaginam. Pessoas de quem sinto falta quando se ausentam, que me fazem sorrir muitas vezes e me ensinam muito. Vocês pertencem a esse grupo. Aqui a amizade é sã quando temos a sorte de encontrar pessoas especiais. Eu tenho essa sorte. Olga eu viajo muito, principalmente no verão, quem sabe podemo-nos encontrar! Claro que adoraria. Durante o ano é difícil porque trabalho a duzentos e tal quilómetros do sítio onde tenho o meu paraíso, ando de um lado para o outro e claro, o tempo escasseia. Paraíso de onde saem estas fotos que aqui publico. Um beijinho grande e obrigada pelo vosso carinho que faz brilhar o cume da minha montanha.

Olga disse...

És uma querida. Imagina tu que estou a tremer de frio aqui em baixo, a tremelicar o dente, ontém fiz o meu Nani mudar a sala toda para acendermos a lareira que já não aguentava mais o frio, e estou no apartamento, não estou na casa de campo, e queria eu ir morar para a serra... eu tenho destas coisas, humor para o parvo como dizem os meus filhos, alguém tem de ser o palhaço cá em casa, se não isto era um tédio. Já ficaste a conhecer mais uma faceta minha, LOL. Beijinhos grandes.

Juana disse...

hum, tenho disso aos molhos aqui na zona onde vivo, não sabia era da utilização que lhe davam na idade média.bj

Pete disse...

Não sabia que as vespas desenvolviam-se dentro dos carvalhos, todos os dias se aprendem coisas novas.

Tem um desefio no meu blog.

Sayōnara,

Brown Eyes disse...

Olga dias seguidos a ter temperaturas negativas não é fácil. Mas a neve é mesmo um fascínio para quem vive longe dela. Beijinhos e obrigada

Brown Eyes disse...

Juana obrigada. Beijinhos

Brown Eyes disse...

Pete desenvolvem-se nos bugalhos. Admirável a natureza. Beijinhos e obrigada pelo miminho. Já publiquei no Just a Woman